Home do Criar Mundos

Introdução

Criar Mundos

:: Antropologia

:: Ciências

:: História

:: Linguística

:: Literatura

:: Mitologia

Portugal

Referências

Capítulo Anterior
<<

Língua Falada e Língua Escrita

Próximo Capítulo
>>


A fala, ou discurso, é a língua no momento em que está a ser usada por um indivíduo - fazendo uso dos sons, palavras e regras gramaticais dessa língua.

A língua falada (língua oral) dispõe, por isso, de um número incontável de recursos rítmicos e melódicos: entoação, pausas, ritmo, fluência, gestos - porque, claro, o emissor (pessoa que fala ou transmite uma mensagem numa dada linguagem) está presente fisicamente. Algumas das características principais são:

  • riqueza de recursos rítmicos e melódicos (o que inclui linguagens não-verbais, como a corporal);
  • frases curtas;
  • frases inacabadas, porque foram cortadas ou interrompidas;
  • frequência da ocorrência de repetições, hesitações e bordões de fala ( p. ex.: "Pois, eu aaa... eu acho que... pronto, não sei...");
  • uso frequente da omissão de palavras e de formas contraídas;
  • afastamento das regras gramaticais;
  • possibilidade de adequar o discurso de acordo com as reacções dos ouvintes.

A língua escrita, por seu lado, tem de recorrer aos sinais de pontuação e de acentuação para traduzir os recursos rítmicos e melódicos da oralidade - ficando muito aquém das possibilidades já referidas no parágrafo anterior. Por outro lado, a língua escrita apresenta as seguintes características principais:

  • sinais de pontuação e acentuação para transmitir a expressividade oral;
  • frases longas, apesar de também poder usar frases curtas;
  • uso de vocabulário mais amplo e cuidado;
  • uso de descrições ricas;
  • observa as regras gramaticais com um maior rigor.

Contudo, até estas características variam de acordo com o tipo de discurso. Espreitemos um pouco esses diferentes tipos de discurso:

Tipo de comunicação consoante o espaço: EM PRESENÇA
o emissor e o receptor estão no mesmo espaço
À DISTÂNCIA
o emissor e o receptor não estão no mesmo espaço
Tipo de comunicação consoante a situação: EM PRIVADO público muito restrito EM PÚBLICO público muito vasto EM PRIVADO público muito restrito EM PÚBLICO público muito vasto
Tipo de comunicação consoante a posição: UNILATERAL emissor é uma única pessoa que nunca é receptor Ordem ou aviso autoritários (obediência imediata) Conferências, Teatro, Concertos, Discursos, Desfiles... Convocatórias, Avisos postais ... Jornais, Cinema, Televisão, Rádio, Cartazes ...
MULTILATERAL uma pessoa vai alternando entre a função de emissor e receptor Conversas e festas familiares, Aulas, Debates fechados ... Debates públicos, Manifestações, Festas populares ... Cartas fechadas, Telefones, Vídeo conferências ... Rádio e televisão interactivas ...

Agosto de 2006




Capítulo Anterior
<<
  Próximo Capítulo
>>

Este site e todos os materiais nele presentes são propriedade das suas autoras, excepto quando se indique outros autores.